Governo quer punir servidores da saúde que arriscaram a própria vida pela população na pandemia

governo-quer-punir-servidores-da-saude-que-arriscaram-a-propria-vida-pela-populacao-na-pandemia

Governo quer punir servidores da saúde que arriscaram a própria vida pela população na pandemia

👨‍⚕ Se não fossem os servidores da saúde pública, que estão colocando a própria vida em risco para salvar a população (seja no atendimento a pacientes nos hospitais e unidades de saúde, na vacinação em massa ou nas ações de vigilância sanitária), a pandemia de Covid-19 seria uma tragédia ainda maior no Brasil.

Em vez de reconhecer toda essa importância, o que faz o governo de Jair Bolsonaro? Apresenta a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) para deixá-los desprotegidos.

☹️ Se ela for aprovada, os servidores perderão a estabilidade. Assim, serão perseguidos e facilmente demitidos caso denunciem falhas e crimes cometidos por chefes, políticos, apadrinhados ou governantes.

Também terão muito mais dificuldades para relatar intimidações, assédios (moral e sexual) ou denunciar problemas estruturais, falta de equipamentos e medicamentos etc.

Eles não poderão trabalhar de acordo com a ciência, pois terão de seguir a ideologia do governo de plantão, e ainda serão forçados a deixar que pacientes que tiverem ligações com políticos furem a fila do atendimento.

😖 Os servidores concursados serão substituídos por apadrinhados políticos (sem qualificação), que cuidarão de áreas sensíveis, como a logística das vacinas ou do atendimento no SUS – conforme os interesses de políticos e governantes oportunistas e corruptos.

Os impactos serão fortemente sentidos pela população, já que 7 em cada 10 brasileiros dependem exclusivamente do SUS.

Ela precisa ser barrada não só porque pune os servidores que estão cuidando do povo durante a pandemia. Mas, principalmente, porque vai destruir o direito das pessoas à dignidade, à saúde e à vida.

#ServiçoPúblico #ÉPublico #ÉpraTodos #ValorizeOServidor #ReformaAdministrativaNão